3 ativos digitais que podem desbancar o XRP

De acordo com o analista Michaël van de Poppe, há três ativos digitais que podem seguir o desempenho do Polkadot. Ou seja, desbancar o XRP. Além disso, o analista apontou que o Bitcoin pode continuar nessa fase de correção antes de voltar a subir.

“Eu não ficaria surpreso se vermos uma corrida para $39.000 a $40.000 novamente. No entanto, é complicado porque estamos na faixa intermediária. Se não pudermos passar de $36.000 a $36.500, poderemos obter essa consolidação adicional para baixo de $30.000. Mas o ponto principal do gráfico do Bitcoin agora é que ele está ansioso por consolidação”.

Veja quais altcoins estão no radar do analista


Chainlink

Apesar de acreditar que o oracle descentralizado pode passar por uma correção, ele vê o LINK alcançando uma alta histórica.

Cosmos

Outro ativo dessa lista é o Cosmos. Conforme observado por Van de Poppe, se o token entrar na região de US$6,60 e fizer outra mínima mais alta, seu mercado continuará altista.

Curve

O token que aparece em terceiro lugar, também pode corrigir antes de retomar uma ascensão.

“Você deve olhar para qualquer um desses níveis de confluência $1,20 e $0,9 para pontos de interesse… Esses níveis são onde você vai olhar, pois poderá ver que cada movimento está sendo corrigido também. CRV está encontrando resistência atualmente. Provavelmente vai se consolidar antes que a expansão aconteça”.

Mercado de altcoins

O analista apontou que o aumento dos ativos alternativos está longe de chegar ao fim.

“Você acha que está passando pela temporada? Este é apenas um aquecimento. 2021 será um ano louco para os criptoativos”.

XRP

Van de Poppe não deixou de comentar sobre o token da Ripple. Segundo o analista, é apenas uma questão de tempo até que Cardano, Chainlink e Litecoin tirem o reinado do XRP em capitalização de mercado.

 

Leia também: FMI: apenas 40 países têm permissão para emitir moedas digitais

Kamoney
A forma mais prática de utilizar suas criptomoedas no dia a dia. Acesse agora https://www.kamoney.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *