3 fatores do S&P500 que podem reduzir o preço do Bitcoin este mês

Certamente este mês será um de grande teste para os investidores do Bitcoin. Apesar de lutar muito, o BTC não consegue ultrapassar a marca de US$9.500 e o S&P500 pode estar tendo uma grande influencia neste cenário. Essa etapa é importante, pois se for ultrapassada de fato poderá representar um momento otimista no mercado. Todavia, o que temos acompanhando no preço do ativo digital é um momento de gangorra.

De acordo com dados da Skew, a volatilidade do Bitcoin caiu 32%. Ou seja, o menor nível em dois anos. Esse comportamento do BTC mostra o quanto os investidores estão cautelosos em investir no criptoativo, principalmente porque sua correlação com o S&P500 parece não ter fim. Olhando o mercado atual, separamos alguns pontos negativos sobre o índice que podem realmente impactar negativamente no preço do ativo digital.

Ganhos do S&P500

Conforme observado por Wall Street, os ganhos do índice foram baixos. Além disso, os analistas da FactSet antecipam um declínio de 21,5% nos lucros das empresas listadas no S&P500 em 2020.

Embora muitas empresas tenham relatado que estão operando do lado positivo após os estímulos do FED, cerca de um terço das listadas no S&P500 se afastaram de divulgar suas diretrizes de ganhos. Sendo assim, a decisão de proteger os balanços internos causam um certo temor nos investidores.

De acordo com Harry Curtis, diretor da Instinet Inc, todos estão operando em águas desconhecidas. Dessa forma, vemos um S&P500 sob o risco de uma grande correção para baixo. Ou seja, se o Bitcoin continuar se correlacionando com o índice, pode apresentar perdas também.

Lei de estímulo

Semelhantemente a Wall Street, o mercado de criptoativos está de olho no Congresso dos EUA se preparando para a sessão legislativa de verão a partir de 20 de julho. Assim como os democratas, os republicanos concordam que deve haver outro projeto de estímulo fiscal para ajudar os americanos a superar suas perdas induzidas pelo novo coronavírus.

Como resultado da tensão e da pressão em cima da nova lei, S&P500 espera agir com cautela, levando o Bitcoin para um território incerto.

Infecções

Além disso, devemos destacar que o aumento de casos do novo coronavírus nos EUA em conjunto com uma perspectiva de lucro fraca, pode fazer com que o S&P500 não tenha forças para reagir. Só para exemplificar, a Flórida registrou um recorde de casos em um único dia. Ademais, Califórnia e Texas permanecem com aumento de infectados. Como consequência, todos esses estados reposicionaram bloqueios. Ou seja, será exigido mais tempo para a retomada da economia. As correções previstas para o S&P500, também são esperadas para que ocorram no Bitcoin.

Kamoney
A forma mais prática de utilizar suas criptomoedas no dia a dia. Acesse agora https://www.kamoney.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *