Analistas compartilham suas previsões para o mercado de criptomoedas em 2022

Alguns analistas conseguiram prever como seria o ano de 2021 para os ativos digitais. Mas alguns não tiveram tanta sorte em suas previsões

Austin Arnold, por exemplo, apontou, em janeiro de 2021, que você deveria ficar de olho na Cardano, Ethereum, Polkadot, Aave e Chainlink. Ambas altcoins dispararam este ano. 

Já PlanB, não foi tão feliz em sua previsão. O analista apontou que o BTC chegaria a US$100.000 até o final de 2021, mas com apenas três dias para terminar o ano, o bitcoin luta para se manter acima de US$50.000.  

Mas o que podemos esperar para 2022?

De acordo com o perfil do Twitter ‘DecodeJar’, há uma projeção conservadora para o BTC em 2022. Ele acredita que o alvo do BTC será US$190.000. Além disso, o analista apontou um preço máximo de US$250.000 para o criptoativo primário. 

Regulamentações rígidas podem chegar em 2022

David Lifchitz, CIO da ExoAlpha, vê o próximo ano como o da regulamentação para o setor blockchain. Isso porque os governos querem regular os criptoativos para mantê-los em rédea curta em relação às moedas fiduciárias. 

Ademais, com o crescimento e a evolução do setor de finanças descentralizadas (DeFi), os bancos e as seguradoras serão forçados a se adaptar para se manterem competitivos. 

Olhando para o setor de tokens não fungíveis, Lifchitz conta com uma alta parabólica de preços e depois uma queda. O empresário observa que o frenesi associado a esses itens colecionáveis ​​digitais gera preocupações quanto ao seu uso na lavagem de dinheiro.

Adoção impulsionará a alta de 2022

Loukas Lagoudis, do fundo de hedge de ativos digitais ARK36, também compõe a lista de analistas das previsões. Lagoudis apontou que a tendência geral de alta para o mercado continuará em 2022. Ela será impulsionada pela adoção do setor. Afinal, os ativos digitais chamam cada dia mais a atenção de investidores institucionais e aumentam sua integração aos sistemas financeiros legados.

Tendência do mercado mudou

Durante o decorrer dos anos do mercado, observamos que a grande tendência era os ativos de maior segurança, como bitcoin e Ethereum. Mas algo mudou. Segundo Jean-Marc Bonnefous, da ExoAlpha, blockchains que focam em desempenho, desenvolvimento de dApp e que são um pouco mais centralizados, são a nova preferência dos investidores. 

Leia também: Especialista aponta 5 criptomoedas que podem decolar em 2022

 

Kamoney
A forma mais prática de utilizar suas criptomoedas no dia a dia. Acesse agora https://www.kamoney.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *