Banco Mundial recusa pedido de apoio de El Salvador para implementação de bitcoin

Embora o Banco Mundial tenha apontado que deseja ajudar El Salvador a resolver as questões monetárias do país, ele não irá apoiar a decisão da nação de utilizar o bitcoin como moeda corrente. De acordo com a Coinspeaker, um representante do banco apontou que a transparência e os problemas ambientais em torno do criptoativo são pontos que impedem o andamento dessa decisão.

Certamente a posição do Banco Mundial não é uma surpresa para muitos que já estão presentes no mercado de criptoativos. Anthony Pompliano, um dos principais analistas do mercado, disse em seu perfil do Twitter que o banco só tomou essa atitude, pois ainda não sabe como lucrar com o bitcoin.

Samson Mow, CSO da Blockstream, foi mais profundo e disse que a instituição financeira está obsoleta e deveria ser desfeita.

 

A decisão de El Salvador não foi muito bem recebida

De fato, houve um grande entusiasmo no mercado blockchain logo após El Salvador dizer que iria aceitar BTC como moeda local. Contudo, instituições financeiras não ficaram muito contentes com essa postura. Só para exemplificar, o Fundo Monetário Internacional (FMI), segundo as informações do Cointelegraph, poderia paralisar as negociações que tem com El Salvador a respeito de um empréstimo de US$1 bilhão destinado a impulsionar a nação. Além disso, um representante do fundo afirmou que a adoção do bitcoin traz consequências e tem um impacto negativo em muitas esferas da macroeconomia de um país.

Leia também: Cardano lança atualização para embarcar nos contratos inteligentes

Kamoney
A forma mais prática de utilizar suas criptomoedas no dia a dia. Acesse agora https://www.kamoney.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *