Cardano pode ser rival do Ethereum?

Logo após a ascendência do Bitcoin em 2021, a corrida mudou de referência. Substituir o criptoativo primário pode ser algo bem trabalhoso. Sendo assim, os olhos se voltaram para a principal altcoin do mercado, Ethereum. Quem será que pode assumir a segunda colocação no top 10? Sem dúvidas, o principal nome é a Cardano. O criptoativo cresceu muito desde o início de ano e muitos querem saber se ela, de fato, pode substituir o ETH.

 

É importante lembrar que Charles Hoskinson, fundador da Cardano, foi um dos fundadores do Ethereum. Ou seja, conhece todas as dores e falhas do ativo digital. Por essa razão, uma rivalidade de peso pode ser vista aqui. Vamos agora analisar esse potencial da Cardano começando com as formas diferentes de criptoativos que existem. Para isso vamos falar sobre as três gerações de blockchain.

 

Primeira Geração

 

O principal criptoativo dessa geração é o Bitcoin, o primeiro nome do meio blockchain. Apesar de ser o principal nome de todo o mercado, o BTC possui falhas, como lentidão e altas taxas, que não são vistas nos demais blockchains. Ou seja, muitos encaram como tecnologia desatualizada.

 

Segunda Geração

 

Logo após a era do Bitcoin, surgiram os blockchains de segunda geração. O Ethereum é o grande destaque dessa lista, pois foi o ativo que apresentou o conceito de contratos inteligentes ao mundo. Como resultado da falta de necessidade de intermediários no cumprimento de acordos, diversas empresas entraram para o mercado blockchain com o ETH.

 

Terceira Geração

 

Finalmente, vemos a Cardano em nossa lista como o grande destaque de blockchain de terceira geração. Esses ativos não dependem de proof of work. Sendo assim, conseguem ser mais rápidas e cobrarem menos taxas que as gerações anteriores.

 

Cardano teve realmente um bom desempenho?

 

Olhando para preço da altcoin, ela cresceu 2.000% nos últimos 12 meses. Além disso, mostrou resiliência nos últimos dias, mesmo após passar por momentos de correção.

 

A batalha: Cardano vs Ethereum

 

A grande dúvida aqui é se a Cardano pode mesmo superar o Ethereum em capitalização de mercado. Apesar de ter um valor de mercado inferior ao do ETH, a altcoin tem um grande potencial de substituí-lo, pois possui pontos positivos de terceira geração que o Ethereum ainda não tem.

 

Taxas de transação, por exemplo, são destaques na Cardano por sua natureza baixa. Além disso, seu modelo de proof of stake é muito mais atrativo que o da principal altcoin. Enquanto você precisa de apenas 10 ADAs para entrar no ecossistema, no ETH a necessidade é de 32 ativos. Não tome esse artigo como dica de investimento. Afinal, o Ethereum 2.0 está chegando e o mercado é impreciso. Não esqueça de estudar para entender o que acontece no meio blockchain.

 

Leia também: Usuários da Flare Networks desejam integração com a rede da Cardano

Kamoney
A forma mais prática de utilizar suas criptomoedas no dia a dia. Acesse agora https://www.kamoney.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *