Cardano vs Bitcoin: qual o melhor investimento?

Ao observarmos a capitalização da Cardano e do Bitcoin nos últimos sete dias, vemos uma diferença gritante entre os dois criptoativos. Só para exemplificar, a Cardano cresceu 100%, enquanto o BTC passou por um aumento de 30% no mesmo período, de acordo com o CoinMarketCap no momento da escrita do artigo. Sendo assim, muitos se perguntam se a altcoin que conseguiu tirar a capitalização do XRP se manterá acima do Bitcoin em valorização. Para responder a essa pergunta, em primeiro lugar, precisamos apontar a diferença dos dois ativos digitais.

Modelo de governança

O criptoativo primário não possui nenhuma estrutura ou empresa que dita as regras de como ele deve se desenvolver. Apesar de há alguns anos ter existido uma organização, Bitcoin Foundation, que tinha um peso considerável sobre as decisões que a rede do BTC poderia tomar, ela foi extinta. Enquanto alguns apontam que essa estrutura sem a fundação apresenta mais descentralização para o Bitcoin, outros afirmam que dificulta sua evolução.

Em contrapartida, temos a Cardano. Ela possui três instituições que validam seu trabalho. São elas: IOHK, Fundação Cardano e EMURGO. Em suma, elas produzem todo o ecossistema do criptoativo e ainda podem decidir as alterações em seu protocolo. Além disso, os desenvolvedores da Cardano contam com o incentivo de pagamento, algo não visto na rede do Bitcoin. Como resultado, a altcoin, apesar de apresentar alguma centralização, consegue evoluir de maneira estável.

Potencial do ecossistema

Embora nenhuma das redes possuam a funcionalidade de aplicativos descentralizados e contratos inteligentes no momento da escrita do artigo, a Cardano está trabalhando arduamente para isso. A equipe por trás da altcoin providenciará essa funcionalidade em breve através de uma atualização de seu protocolo. Ao que tudo indica, isso acontecerá em 2021.

Mesmo que Jeremy Rubin, desenvolvedor do Bitcoin esteja trabalhando em uma linguagem de contrato inteligente, ela não parece estar tão visível no futuro. Ou seja, nesse quesito, a pontuação vai para a Cardano.

Utilização e renda passiva

Sem dúvida, enviar Cardano de um endereço para o outro é muito mais lucrativo que enviar Bitcoin. Além de ser uma transação mais rápida, ela é muito mais barata. Todavia, o BTC é mais aceito em comércio que qualquer altcoin, incluindo a ADA, e ainda pode ser gasto com cartão pré pago. Ponto para o Bitcoin,

Renda passiva

Logo após a atualização Shelley, a Cardano se tornou uma altcoin mais amigável. Ademais, trouxe consigo o modelo de consenso proof of stake. Ou seja, é mais fácil ganhar renda passiva com ela que com o Bitcoin. Ao delegar suas ADAs ao node blockchain, por exemplo, você ganha cerca de 3% ao ano.

Todavia, no mercado de empréstimos descentralizados, você já pode emprestar seu Bitcoin. Como resultado, já pode ganhar cerca de 6% ano em algumas plataformas. Assim sendo, ganahria mais que se deixasee seus ativos na ADA em staking.

Outras diferenças

Lançamento

  • Bitcoin – 2009
  • Cardano- 2015

Criador

  • Bitcoin – Desconhecido
  • Cardano – Charles Hoskinson

Tempo médio de confirmação de transação

  • Bitcoin – 10 minutos
  • Cardano – 10-20 segundos

Conclusão

Agora você já consegue entender a diferença entre os dois criptoativos e já pode decidir aonde irá seu capital. Esse artigo não é uma dica de investimento. Não tome uma decisão apenas pelo que está escrito aqui. Estude o mercado.

 

Leia também: ADA está muito próxima de entrar no mercado DeFi

Kamoney
A forma mais prática de utilizar suas criptomoedas no dia a dia. Acesse agora https://www.kamoney.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *