CEO do Terra Luna recebe mandado de prisão por violação da lei de mercado de capitais do país

  • Fundador do Terra Luna recebe mandado de prisão por violação da lei de mercado de capitais do país
  • Luna sofre uma das maiores quedas da história
  • Kwon prepara sua defesa e tenta se esquivar de alegações

Agora que a Rede LUNC se alegra com um posivelmente retorno do token Terra Luna Classic, seu fundador Do Kwon, agora enfrenta um mandado de prisão das autoridades sul-coreanas. 

Um tribunal de Seul, emitiu um mandado de prisão para Kwon e outras cinco pessoas que estão em Singapura. De acordo com a promotoria, o fundador do Terra esta sendo acusado de violação da lei de mercado de capitais do país.

Fundador do Terra Luna se protege e cotntrata advogados
 

Luna sofreu uma das quedas mais devastadoras da história

A comunidade Terra suspeitou pela primeira vez, em Maio deste ano, que um ataque FUD se tornou uma das mais devastadoras quedas de mercado na história das criptomoedas. Isso teria provocado a perca de milhões de ativos de investidores da TerraUSD.

Assim como o UST, o Luna, atigiu o seu pico em Abril, e caiu massivamente para um mínimo histórico de US$ 0,00000009. Isso faz com que as linhas diretas de suicídio da moeda fossem fixadas na comunidade Reddit do projeto.

A quebra do Terra também afetou muitos protocolos DeFi, causando um declínio de 80% ou mais para projetos que são associados à stablecoins.

Kwon contrata advogados e tenta limpar seu nome das alegações

Em Agosto, Kwon contratou advogados de um escritório de advocacia baseado na Coreia do Sul. Kwon tomou a atitude dias após de dizer que as autoridades ainda não o contataram.

O fundador do Terra teria entregado uma carta de nomeação ao departamento responsável pela investigação do colapso do Terra.

Ele também quebrou o silêncio em Agosto em uma tentativa de limpar seu nome das alegações. Porém apesar dos esforços, os membros da comunidade ainda criticaram o CEO do Terra.

Compararam a situação com a do Tornado Cash, que doi preso por escrever um código de privacidade.

Confira outras notícias:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *