Devemos esperar mais quedas para o Bitcoin?

Na última quarta-feira (19), vimos o Bitcoin sangrar e chegar a níveis que não estávamos acostumados. O criptoativo chegou a ser negociado na marca de US$30.000. De acordo com o analista Benjamin Cowen, é provável que vejamos mais quedas no curto prazo e a meta de um Bitcoin acima de US$100.000 fique mais distante.

“Eu estaria mais inclinado a pensar que é provável que gastemos um pouco mais de tempo na descida antes de voltarmos a subir. Se você acha que vai saltar e subir e colocar um Bitcoin de $200.000 nos próximos meses, basicamente, neste ponto de onde o preço está atualmente, você precisa ver uma recuperação imediata, caso contrário, não acho que podemos chegar lá. Mas se tivermos essa recuperação imediata e começarmos a subir, talvez seja uma possibilidade. Mais uma vez, estou um pouco mais pessimista sobre a recuperação tão rápida”.

As teorias do Bull Market do Bitcoin

Atualmente, há duas teorias sobre a alta do Bitcoin. A primeira é que o BTC pode atingir seu pico mais alto até o final de 2021.

“O que eu diria a você é que acho que existem duas linhas de pensamento principais aqui. O primeiro é o ciclo de quatro anos. E nesse cenário, se você espera que o ciclo de quatro anos termine, então provavelmente esperaria um salto muito grande para que voltássemos aos trilhos. Para podermos atingir esses números bem altos no terceiro ou quarto trimestre, precisamos obter uma recuperação relativamente cedo para que possamos voltar aos trilhos. Então isso seria se você acha que vai atingir o pico este ano”.

Já a segunda é que o ativo digital irá demorar mais tempo para atingir o seu pico. Cowen está mais confiante neste segundo cenário.

“E o outro, é claro, seriam os ciclos de alongamento. E este seria mais na linha de pensar que vai demorar um pouco mais e que uma fase de reacumulação não é a pior coisa do mundo para o Bitcoin”.

BTC está em fase de acumulação?

Todavia, isso não quer dizer que o analista não confia mais no BTC. Ele apontou que essa pode ser a chance das pessoas acumularem mais bitcoins a preços atrativos.

“O que eu diria para este ciclo é que o Bitcoin está sendo muito gentil. E o que está potencialmente permitindo que as pessoas façam é reacumular antes de um movimento posterior neste ciclo para aquela marca de seis dígitos… Isso permite que os novos usuários consigam um desconto … No grande esquema, se você estiver operando de forma determinista como eu em um Bitcoin de seis dígitos mais tarde neste ciclo, algo abaixo de $40.000 não é o pior preço do mundo . Também depende da sua tolerância ao risco. Ele poderia facilmente continuar a cair. E é por isso que eu acho que uma estratégia DCA (dólar-custo médio) é a estratégia mais apropriada para Bitcoin”.

 

Leia também: Investidores institucionais estão preferindo o Ethereum ao Bitcoin

Kamoney
A forma mais prática de utilizar suas criptomoedas no dia a dia. Acesse agora https://www.kamoney.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *