Falta de clareza regulatória pode tirar a Ripple dos EUA

Sem dúvida, um dos maiores receios de todas as empresas do meio blockchain é a incerteza regulatória no setor, pois ela pode acabar com muitos negócios. Uma das empresas que podemos citar como exemplo é a Ripple. Como consequência dessa obscuridade toda em relação aos ativos digitais nos Estados Unidos, a empresa por trás do token XRP está pensando em se mudar para o Japão.

Potenciais destinos

De acordo com o relatório da Bloomberg, o plano de realocação foi revelado pelo CEO da Ripple, Brad Garlinghouse. Além do Japão, Garlinghouse mencionou três possíveis destinos para sua empresa, Suíça, Emirados Árabes Unidos e Reino Unido.

“O denominador comum entre todos eles é que seus governos criaram uma clareza sobre como regulariam diferentes ativos digitais, diferentes criptomoedas”.

Conforme observado por Garlinghouse, os EUA ainda não decidiu se os ativos digitais são commodities, moedas, propriedades ou títulos. Isso fez com que a Ripple travasse uma batalha judicial com seus investidores, pois eles alegavam que a empresa emitiu ilegalmente o XRP como um security.

Apesar de tudo, Garlinghouse deseja que a Ripple permaneça nos EUA, mas para isso precisa de uma clareza regulatória. Somente isso permitirá que a empresa seja incentivada a investir e expandir seus negócios no país.

Por que a preferência está no Japão?

De acordo com Garlinghouse, o Japão criou “um ambiente para o desenvolvimento de um mercado muito saudável”. Só para exemplificar, em 2017, o país asiático introduziu um sistema de registro de ativos digitais. Além disso, nesse período 11 exchanges foram inicialmente registradas e tiveram a aprovação da Agência de Serviços Financeiros. Outro fator importante, é que a Ripple possui um bom relacionamento com a empresa japonesa SBI Holdings.

“O Japão é um dos nossos mercados de crescimento mais rápido, em parte porque temos parceiros-chave como a SBI. Falei com a equipe SBI sobre o fato de que estamos analisando”.

O token da Ripple, o XRP, também é destaque no Japão. Ele está de fato tão forte no país que chega a ser preferência frente ao Ethereum. Ou seja, o XRP, logo após o Bitcoin, é o ativo digital predileto dos investidores japoneses.

Kamoney
A forma mais prática de utilizar suas criptomoedas no dia a dia. Acesse agora https://www.kamoney.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *