Goldman Sachs revela condição para o bitcoin chegar a US$100.000

Embora o mercado de criptoativos esteja passando por um momento de volatilidade, uma das principais empresas financeiras do mundo acredita que o bitcoin tem chances de vencer a marca de US$100.000. Contudo, sua crença não é para 2022. 

De acordo com o Goldman Sachs Group, o ativo digital precisa obter participação de mercado de uma reserva de valor concorrente. Somente assim vencerá a esperada barreira psicológica. Afinal, o BTC está invadindo a capitalização de mercado do ouro.

Para o grupo financeiro, o bitcoin deve entregar um retorno anualizado composto de cerca de 17% nos próximos cinco anos. À medida que os investidores continuam a adotar esse mercado, então o criptoativo primário pode atingir o preço-alvo de US$100,000.

Olhando o valor de mercado do bitcoin e do ouro, vemos que o ativo digital ainda tem muito a crescer. Enquanto o metal amarelo conta com um valor de mercado de cerca de US$2,6 trilhões, o BTC possui um de US$810 bilhões, no momento da escrita do artigo. 

Leia também: China lança aplicativos de carteira do Yuan Digital

Kamoney
A forma mais prática de utilizar suas criptomoedas no dia a dia. Acesse agora https://www.kamoney.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *