JPMorgan concede aos investidores institucionais acesso a seis fundos de criptomoeda

De acordo com o relatório da CNBC, o JPMorgan permitiu que seus clientes de gestão de fortunas se envolvessem com seis fundos de criptoativos no último mês (julho). Além disso, o relatório informou que o novo fundo de bitcoin criado pela empresa de ativos digitais NYDIG está disponível apenas para clientes de banco privado. O Osprey Bitcoin Trust (OBTC) faz parte dos Fundos Osprey e também compõe a exposição dos clientes do banco de investimentos. Os demais fundos pertencem a Grayscale e são dos seguintes criptoativos:

  • Bitcoin
  • Bitcoin Cash
  • Ethereum
  • Ethereum Classic

De fato, essa aproximação do JPMorgan dos ativos digitais trouxe uma surpresa para muitos. Afinal, seu CEO, Jamie Dimon, tem uma opinião bastante negativa sobre o bitcoin e as altcoins. Só para exemplificar, Dimon já aconselhou as pessoas que ficassem longe dos criptoativos e afirmou que eles não se comparam às moedas fiduciárias e nem ao ouro.

Não podemos deixar de destacar que executivos do banco criticaram a iniciativa de El Salvador considerar o bitcoin uma moeda de curso legal no país.

“A adoção do bitcoin como moeda legal levanta uma série de questões macroeconômicas, financeiras e jurídicas que requerem uma análise muito cuidadosa. Estamos acompanhando de perto os desdobramentos e continuaremos nossas consultas com as autoridades”.

Mas o banco não pode ir contra a adoção do BTC

“Muitos de nossos clientes dizem: ‘Essa é uma classe de ativos e eu quero investir’, e nosso trabalho é ajudá-los a colocar seu dinheiro onde desejam investir”, disse Mary Callahan Erdoes, diretora de gestão de ativos e patrimônio do JPMorgan.

Leia também: Próxima atualização da Cardano pode mudar o jogo da criptomoeda

Kamoney
A forma mais prática de utilizar suas criptomoedas no dia a dia. Acesse agora https://www.kamoney.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *