KPMG afirma que custodiantes de cripto tem grande potencial!

 

A KPMG, gigante da consultoria “Big Four”, disse que os custodiantes de criptomoedas têm um “tremendo” potencial de crescimento à medida que mais investidores institucionais se juntam ao espaço.

Os cryptoassets não são mais um instrumento exótico, um bit player ou um show paralelo. Existe ampla aceitação no mercado de que blockchains sem permissão, tokens nativos e cryptoassets permitirão novos ecossistemas robustos de comércio e comércio”, disse Mike Krajecki, diretor-gerente da prática de Tecnologias Emergentes da KPMG

O ecossistema de criptografia está evoluindo a uma taxa “incrível”, de acordo com a KPMG, e os custodiantes terão que preparar suas soluções de segurança para o futuro, disse o documento.

As arquiteturas de armazenamento seguro podem fornecer velocidade e flexibilidade em escala para dar suporte a requisitos de alto rendimento em pagamentos, negociação de alta frequência e outros aplicativos de varejo”, afirmou a empresa.

O aumento dos hackers de criptografia é outro motivo que impulsionará a demanda por soluções de custódia, de acordo com a KPMG. Pelo menos US$ 9,8 bilhões em ativos de criptografia foram roubados por hackers desde 2017, disse a empresa, acrescentando que os investidores institucionais não correm o risco de possuir criptografia se seu valor não puder ser protegido da mesma maneira que seu dinheiro, ações e títulos.

Os investidores institucionais, em especial, não assumirão posições nos ativos de criptografia se seu valor não puder ser custodiado e salvaguardado da mesma forma que os ativos tradicionais”, disse Sal Ternullo, co-líder dos serviços de criptografia da KPMG.

A gigante da consultoria identificou quatro componentes “críticos” para um modelo de custódia de criptografia “bem-sucedido”: segurança e resiliência de nova geração, conformidade abrangente, confiança de terceiros e custódia de valor agregado.

À medida que os criptoativos se proliferam, os custodiantes têm uma tremenda oportunidade de lucrar – ganhando taxas de gerenciamento por fornecer serviços simples de custódia e também oferecendo serviços adjacentes apenas possíveis no ecossistema de criptografia emergente”, concluiu a KPMG.

Atualmente, existem 42 provedores de serviços de custódia de criptografia, incluindo Bakkt e Fidelity Digital Assets. Ao longo dos anos, esses provedores receberam US$ 1,3 bilhão em investimentos. O foco dos serviços de custódia também mudou de consumidor para institucional.

Kamoney
A forma mais prática de utilizar suas criptomoedas no dia a dia. Acesse agora https://www.kamoney.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *