Preço do BTC supera US $ 300 mil com ou sem Goldman Sachs

Certamente um dos maiores otimistas do Bitcoin é Adam Back, da BlockStream. Além de ser um dos principais suspeitos de ser Satoshi Nakamoto, Back acredita que o criptoativo pode alcançar a marca de US$300.000. Sua visão é baseada na atual situação financeira relacionada ao novo coronavírus. Ademais, Back acredita que o Bitcoin pode chegar a esse patamar sem a ajuda de Goldman Sachs, pois a impressão desenfreada de dinheiro fará com que investidores de varejo olhem para o BTC. Ou seja, o ativo digital, em apenas cinco anos, pode ser cotado a US$300.000.

De acordo com Back, a alta do Bitcoin pode vir muito antes da adoção institucional. Como os investidores estão à procura de um hedge, o BTC pode ser a saída mais procurada atualmente. Como resultado de toda a impressão de dinheiro, o criptoativo consegue se comportar como uma forma de manutenção de valor. Ademais, o investidor acredita que as tendências estão concentrando-se a favor do Bitcoin. Só para exemplificar, os indivíduos que estão trabalhando em casa estão investindo em títulos supervalorizados. Sendo assim, um retorno considerável demora a aparecer.

Apesar de acreditar que o Bitcoin crescerá mesmo sem o investimento institucional, Back elogiou o desempenho da Grayscale Investments. A empresa tem comprado mais Bitcoin que o extraído desde o halving. Isso só comprova o quanto o interesse pelo criptoativo tem aumentado.

Conforme observado por Back, grandes players ainda não entenderam a mudança de paradigma que está se desenvolvendo. Dessa maneira, o mercado se mostra muito mais favorável, no longo prazo, para os investidores que já estavam no espaço.

“Você tem um importante participante do mercado sofisticado assim, com uma compreensão pouco clara do valor. Para mim, isso indica que ainda há muito espaço para apreciação e adoção de preços no mercado. ”

Bitcoin a US$300.000 está dentro da realidade?

Você deve se lembrar da observação de Back no início de 2020 sobre a previsão de Hal Finney de que o Bitcoin pode subir US$10 milhões por dia. Embora seja algo totalmente impensável, Back não se opôs a ideia. Segundo Back, isso é possível, pois a inflação alta pode render US$1 no valor de US$0,10 em dez anos ou mais. Ou seja, US$10 milhões em BTC é equivalente a US$1 milhão em Bitcoin em dinheiro de hoje.

Certamente que o US$100.000 não é algo improvável, já que o Bitcoin já ultrapassou a marca de US$10.000 diversas vezes. De fato, há alguns anos um BTC a US$10k era algo totalmente fora da realidade, pois o criptoativo não saia da marca de US$1.000. Assim sendo, as previsões de grandes altas hoje em dia, olhando o passado, não causam tanto espanto. Contudo, é importante lembrarmos que devido à inflação, um Bitcoin a US$300.000 pode representar um menor valor em dinheiro fiduciário.

Kamoney
A forma mais prática de utilizar suas criptomoedas no dia a dia. Acesse agora https://www.kamoney.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *