Quando podemos esperar uma correção do Bitcoin?

Logo após o anúncio de uma vacina para a COVID-19, houve um novo impulso nas exchanges à vista de Bitcoin. Além disso, o ouro foi atingido e o spread da correlação do BTC com o metal amarelo trouxe um alívio para o varejo e investidores institucionais. Uma nova demanda de Bitcoin foi gerada. Como resultado, os mineradores tiveram que enviar mais BTC para as exchanges.

Só para exemplificar, atualmente, o fluxo é de 25 BTC por hora. Ou seja, um aumento de cerca de 4 vezes em frente aos 6 BTC do dia anterior. É esse aumento que preocupa os investidores, pois acreditam que ele pode quebrar o preço do criptoativo no curto prazo.

Apesar de a oferta das mineradoras ter subido, isso pode não ser suficiente para aumentar a pressão do lado vendedor nas exchanges à vista. A demanda que está sendo gerada todos os dias, pode ser absorvida pelo aumento da oferta dos mineradores.

Outro ponto a ser analisado é que na alta atual, as baleias e as instituições estão desempenhando um papel maior que os comerciantes varejistas e mineradores. Por essa razão que os investimentos no mercado estão de fato significativos. Instituições ainda estarem comprando o BTC acima de US$15.000 apresenta um alívio ao mercado, pois é provável que não haja uma grande queda de preços do patamar atual.

Uma correção no curto prazo realmente irá acontecer?

Apesar de não podermos prever o mercado de criptoativos, o receio de uma correção no curto prazo pode não, ser algo realmente fundamentado. As baleias estão nesse cenário desempenhando um papel crucial para impedir essa queda. Há uma grande acumulação de Bitcoin nas carteiras, algo que é realmente fundamental para alta de preços do BTC.

Kamoney
A forma mais prática de utilizar suas criptomoedas no dia a dia. Acesse agora https://www.kamoney.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *