Russia considera “desconectar-se” da internet

A Rússia está analisando a possibilidade de desconectar-se da internet por um breve momento como teste para sua defesa cibernética.

Neste teste os dados continuarão a trafegar dentro do território russo, mais não serão roteados globalmente.

Foi apresentado no parlamento russo um projeto de lei com mudanças técnicas para que possa operar de maneira independente. Este teste deve ocorrer antes do dia 1º de abril, nenhuma data exata foi divulgada.

A maior preocupação russa é se precaver que outras nações possam agir para isolar o país on-line. A Otan e aliados ameaçaram punir a Russia por ataques cibernéticos e outras interferências on-line que são acusadas de instigar.

O projeto de lei inclui a criação de uma versão do sistema de endereços de rede, conhecido como DNS, para que este servidor possa operar caso os servidores internacionais sejam cortados.

Hoje em dia, 12 organizações fiscalizam os servidores-raiz do DNS mais nenhuma destas organizações é russa. Entretanto, muitas cópias dos endereços contidos nos livros de DNS já existem dentro da Russia, isso significa que sua rede pode funcionar mesmo que algo fosse feito para impedi-lo disso.

O teste também deve incluir ISPs, mostrando que eles podem conduzir dados para partes de roteamento monitorados pelo poder executivo. Estes irão selecionar o tráfego para que os dados enviados entre os russos cheguem ao seu destino, porém qualquer dado enviado a servidores esternos será descartado.

Enfim, o governo russo quer que todo trafego doméstico passe por pontos de roteamentos previamente controlados. Observa-se que este sistema é uma tentativa de censura em massa, o mesmo observado na china que tem como objetivo acabar com o trafego proibido.

Fonte: BBC

Kamoney
A forma mais prática de utilizar suas criptomoedas no dia a dia. Acesse agora https://www.kamoney.com.br

Vinícius Simões

Fundador da Lojabit.com e Co-fundador da Kamoney. Entusiasta de criptomoedas desde 2014.

Vinícius Simões has 57 posts and counting. See all posts by Vinícius Simões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *