Santiment: quatro plataformas DeFi estão preparadas para explodir

De acordo com a Santiment, há quatro altcoins do DeFi que apresentam oportunidades lucrativas de entrada.

Quatro plataformas descentralizadas estão no radar da empresa líder em análise de criptomoedas. São elas: Aave (AAVE), Compound (COMP), Maker (MKR), Ren (REN). 

Os quatro ativos digitais atingiram um preço mínimo recentemente. 

“AAVE, COMP, MKR e REN mostraram preços muito claros recentemente. E todos eles foram previstos com precisão, observando quantos depósitos ativos compuseram a atividade total de endereço de um ativo”. 

Segundo a empresa de análise, a proporção de seu indicador inferior é obtida dividindo-se os depósitos ativos (AD) pelo número de endereços ativos diários (DAD) – AD/DAD. 

Uma proporção baixa indica alta, enquanto uma proporção alta indica baixa.

AAVE

Aave é um protocolo financeiro descentralizado que permite que as pessoas emprestem e tomem criptomeodas emprestado. 

Para haver incentivo nos depósitos, os credores ganham juros por depositarem ativos digitais em pools de liquidez. 

Os mutuários podem então usar seu criptoativo como garantia para tomar um empréstimo instantâneo usando essa liquidez.

Santiment está otimista na plataforma DeFi devido à sua baixa relação AD/DAD.

“Podemos sugerir que valores baixos da relação AD/DAD estão indicando boas oportunidades de compra”.

Compound

Compound é um sistema de contratos inteligentes de acesso aberto. Ele bloqueia ativos digitais em seu protocolo para permitir que indivíduos possam conceder e fazer empréstimos. 

Com o Compound as taxas são definidas de acordo com a demanda de cada criptoativo e geradas a cada bloco. Além disso, os empréstimos podem ser pagos e os ativos retirados a qualquer momento.

A expectativa aqui também está otimista em relação ao ativo digital com base na relação AD/DAD.

“O AD/DAD da Compound caiu para o nível mais baixo de todos os tempos apenas alguns dias atrás. Bom sinal”

Maker

Maker é uma plataforma de crédito descentralizada no blockchain do Ethereum e que utiliza a stablecoin DAI. 

Com o intuito de aumentar seu grau de descentralização, Maker permite que qualquer indivíduo a utilize para bloquear garantias de ativos digitais e gerar DAI como dívida para essas garantias. 

Os juros são acumulados continuamente e a taxa é paga no instante em que o DAI emprestado é devolvido. 

Embora Santiment esteja otimista com o Maker, a empresa acredita que ele terá o pior desempenho da lista. 

“AD/DAD caiu no final de janeiro. Poderíamos sugerir que poderia aumentar mais, não tão forte quanto outros tokens, mas ainda assim”. 

Ren

Ren é um protocolo aberto construído para fornecer interoperabilidade e liquidez entre diferentes plataformas blockchain. 

O token nativo do protocolo, REN, funciona como um vínculo para os nós em execução que alimentam o RenVM, rede principal de máquinas virtuais. 

A Ren visa expandir a interoperabilidade e, portanto, a acessibilidade do DeFi, removendo os obstáculos envolvidos na liquidez entre blockchains.

De acordo com a Santiment, REN teve um respingo de fundo no mês passado, o que potencialmente forneceu um ponto ideal.

Leia também: Por que projetos DeFi deveriam ser lançados na Cardano?

Kamoney
A forma mais prática de utilizar suas criptomoedas no dia a dia. Acesse agora https://www.kamoney.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *