Será que o pump da Cardano irá durar?

Logo após a alta da Cardano (ADA) da última sexta-feira (25), a altcoin regressou para a média móvel de 100 dias. Atualmente, ela voltou a testar sua resistência. No momento da escrita do artigo, a Cardano está sendo negociada a US$1,40 e conta com uma alta de 5% nas últimas 24 horas.

De acordo com análise da Investingcube, a altcoin, na sexta-feira passada, falhou na primeira tentativa de limpar 100 DMA e, posteriormente, perdeu 20% nos dois dias que se seguiram. Além disso, caiu novamente em uma tendência de baixa. Contudo, o bitcoin decidiu ressurgir em um mercado de alta, puxou as altcoins com eles e a Cardano correspondeu.

Cardano saiu de sua tendência de baixa?

A ADA está passando por um mercado baixista. Nas últimas semanas, a Cardano teve um momento de liquidação onde sua faixa de US$0.96 estava em sincronia com a média móvel de 200 dias (US$0.98). Sendo assim, o salto de 45% do criptoativo não é nenhuma surpresa. Não podemos esquecer que o preço atual da altcoin está muito longe de sua alta histórica em 16 de abril, quando ela chegou a ser negociada a US$2,51.

“Eu consideraria este desenvolvimento positivo para aumentar as chances de tornar a segunda vez de sorte para Cardano no 200 DMA. Claro, se este último rompimento resultar em decepção, Cardano provavelmente retornará ao suporte do 200 DMA e do suporte horizontal de fundo triplo. Eu veria isso como uma área crítica. Enquanto a ADA mantiver esse nível, a chance de recuperação estará intacta. Mas qualquer fechamento abaixo mudaria o ímpeto drasticamente a favor dos ursos”, disse Elliott Laybourne, redator do Investingcube.

Leia também: Charles Hoskinson: modelo de governança de Cardano é melhor do que Polkadot

Kamoney
A forma mais prática de utilizar suas criptomoedas no dia a dia. Acesse agora https://www.kamoney.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *