Taxas de transação do ETH não param de crescer

Logo após a virada do ano, os detentores do Ethereum passaram por um momento difícil, pois as taxas de transação da altcoin dispararam quase 400%. Além de terem custos mais altos para transferirem o ETH, os usuários do ativo digital levantaram a questão de se o criptoativo está realmente preparado para um grande potencial de usabilidade. Afinal, esse aumento de taxas veio como resultado da alta demanda no Ethereum.

De acordo com os dados da Glassnode, em apenas um dia, as taxas do Ethereum chegaram a US$898.000. Ou seja, bate a alta observada em janeiro de 2018 quando o Ethereum estava em sua alta histórica. As taxas de gás da altcoin continuam com um fluxo constante e isso deixa mais caro operar com o ativo digital.

Os dados do Etherscan, por exemplo, apontam que o Gwei, pequena fração de ETH usada para medir as taxas de gás na rede Ethereum, saiu de 64 em 1 de janeiro para 309 no momento da escrita do artigo. Isso é um crescimento de 382%. As taxas de gás mais altas também crescem, pois, os traders desejam que suas transações sejam confirmadas mais rápido. Em 1 de janeiro, a taxa estava em torno de 240 Gwei e teve um crescimento de 191%. Como resultado, agora está a 240 Gwei.

DeFi também é “culpado” desse aumento

Certamente não podemos deixar as finanças descentralizadas de fora dessa lista. O crescimento do setor, que funciona em sua maioria no blockchain do Ethereum, está contribuindo para uma rede mais cara.

“Com o atual interesse crescente em finanças descentralizadas, a rede está atingindo seus níveis de atividade mais altos. Um dos efeitos colaterais dos níveis de atividade da rede são as altas taxas de gás que giram em torno de cada transação”, disse Charles Storry, cofundador da PhutureDAO.

Kamoney
A forma mais prática de utilizar suas criptomoedas no dia a dia. Acesse agora https://www.kamoney.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *