Transações de USDT na Tron ultrapassam as transações no Ethereum

Logo após as taxas do Ethereum se acalmarem, os detentores de USDT conseguiram respirar um pouco mais aliviados. Contudo, isso não é o suficiente para o ETH se manter como o principal blockchain da stablecoin nos próximos anos. Só para exemplificar, as transações de USDT na rede da Tron estão conseguindo superar as do ETH em volume diário. Durante todo 2021, as contagens de transações da stablecoin baseadas em TRC20 foram maiores que as ERC20.

De acordo com os dados da Coin Metrics, há três dias, o USDT TRC20 teve 247.000 transações. Por outro lado, a stablecoin baseada em ERC20 viu 179.000 transferências no mesmo período. Todavia, o volume agregado de USDT em ERC20 é duas vezes mais valioso em liquidação que sua concorrente.

Taxas: o calcanhar de Aquiles do Ethereum


Certamente essa movimentação veio como resultado das altas taxas do ETH, pois as da rede Tron são quase inexistentes. Ou seja, para transferir USDT na concorrente da principal altcoin do mercado, os custos são praticamente insignificantes. Enquanto a taxa média do Ethereum é de US$4.80, a da Tron é de 0.0176 TRX.

Sem dúvida, esse é um grande ponto para a rival do Ethereum, pois ela está crescendo em cima da principal stablecoin e terceiro ativo mais valioso por capitalização de mercado. Além disso, isso é um grande ponto para o TRX. Há um ano o Ethereum era a principal opção para os detentores do USDT. No entanto, atualmente, o ativo estável está em diversas blockchains além do Ethereum. São eles: Tron, Bitcoin Cash, EOS, Liquid, Solana e Algorand.

 

Leia também: Coinbase: institucionais estão despejando dinheiro no Ethereum

Kamoney
A forma mais prática de utilizar suas criptomoedas no dia a dia. Acesse agora https://www.kamoney.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *