Turbulência nos EUA e taxas de juros negativas. Bitcoin e Ouro podem ser a resposta

Inesperadamente Jerome Powell, presidente do Federal Reserve, admitiu ter aproveitado o quantitative easing. Além disso, afirmou que o banco está confortável em alavancar o QE regularmente. Especialistas e analistas acreditam que o FED irá utilizar taxas de juros negativas em breve. Sendo assim, ativos de porto seguro estão sendo procurados por muitos. Só para exemplificar, o investidor Michael Novogratz além de estar empolgado com o ouro, também está se concentrando no Bitcoin. Antes mesmo do criptoativo chegar a marca de US$10.000, o fundador da Galaxy Digital já estava apostando neste alcance.

Certamente esse receio é devido, pois, a economia dos EUA não para de cair e está com mais problemas que as demais. No final de 2000 a dívida americana, em relação ao PIB, saltou para 55%. Vinte anos se passaram e esse débito é de 110%. Ademais, a situação do país piorou após o FED criar trilhões de dólares devido ao pânico do novo coronavírus. Como consequência, o saldo do FED foi aumentado em US$6,9 trilhões. Toda essa impressão de dinheiro, somada com uma taxa de juros negativas, leva economistas e estrategistas a apostarem na valorização dos criptoativos e dos metais preciosos, pois essa política monetária do FED será algo sem precedentes.

Ouro e Bitcoin nesse cenário de taxas negativas

De acordo com o relatório da Standard Chartered, uma redução de taxa abaixo de zero fará com que o ouro suba para níveis altos de maneira imediata. A especulação é que o metal amarelo sairá de seu preço atual por onça de US$1.700 para US$1.900. Max Bronstein, da Coinbase, acredita que o Federal Reserve pode impedir a política de juros negativos criando mais inflação. Conforme observado por Elon Musk, esse outro caminho será totalmente favorável ao Bitcoin, pois o ativo digital se mostrará muito mais sólido que o dinheiro fiduciário. Todavia, o Standard Chartered calcula que a decisão do FED será a de taxas negativas.

“Se o mercado estiver convencido de que não há espaço para aumentar as taxas, provavelmente terá um preço com alguma probabilidade de queda das taxas, por mais remota que seja”.

Sem dúvida, o Bitcoin já está respondendo as decisões do FED. O banco foi de fato um dos motivos para a tão aguardada chegada do BTC a US$10.000. Como os protestos crescendo nos Estados Unidos e as políticas monetárias totalmente desesperadas do FED, Bitcoin e Ouro se tornam mais atrativos e fortes que a alternativa fiduciária.

Kamoney
A forma mais prática de utilizar suas criptomoedas no dia a dia. Acesse agora https://www.kamoney.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *