Veja o desenvolvimento da primeira exchange descentralizada da Cardano

Como resultado da aproximação do Hard Fork Alonzo, mais projetos estão se aproximando da Cardano. De acordo com Tim Harrison, diretor de comunicações e marketing da Input-Output Global (IOG), há um grande interesse dos desenvolvedores pela rede do criptoativo.

Por essa razão, vemos o projeto Cardax se apressando para ser a primeira exchange descentralizada da altcoin. Para conseguir ser a DEX pioneira da principal concorrente do Ethereum, a Cardax precisa de US$50.000 para financiar seu progresso.

Ryan Morrison da Quant Digital está por trás desse desenvolvimento e operando o pool de participação da rede. Além de sua equipe ser entusiasta do mercado de criptoativos, ela possui experiência em Celsius, Open Ocean e Bitcoin EU.

“Cardax é uma exchange descentralizada que será alimentada pelo protocolo Extended Automated Market Maker (EAMM). Visa fornecer liquidez a projetos que emitem tokens nativos na Cardano… Há uma necessidade crescente de desenvolver uma exchange nativa”, apontou o enunciado.

Diferencial de uma DEX na Cardano

A equipe da Cardax busca melhorar os desafios e lacunas do ecossistema da Cardano. Além disso, deseja aumentar os casos de uso corporativo das finanças descentralizadas.

  • O projeto contará com seis fases de desenvolvimento. São elas:
  • Criação da interface do usuário;
  • Experiência do usuário;
  • Lógica do sistema e os “recursos obrigatórios” para segurança;
  • Back-end;
  • Protocolo;
  • Fase final de teste e desenvolvimento.

Veja quais serão os recursos principais da Cardax

  • Suporte para qualquer token nativo Cardano;
  • Dar aos provedores de liquidez a capacidade de receber taxas cobradas na DEX;
  • Alavancar o protocolo EAMM para precificação automatizada sensível à liquidez;
  • Capacidade de negociar com ADA e outros tokens nativos através da carteira Yoroi;
  • Negociação de transação única;
  • Transferências de transação única.

Conclusão

Em contrapartida com as exchanges centralizadas e sua competição futura no setor DeFi, a Cardax buscará alavancar um modelo com uma carteira de pedidos e um formador de mercado automatizado (AMM). Sendo assim, os usuários poderão se beneficiar do modelo duplo. Além disso, a DEX permitirá que eles sejam criadores de mercado com o mínimo de resvalamento e risco de perda impermanente.

“Com a crescente adoção da Cardano e iniciativas em andamento para apoiar o DeFi, uma DEX baseada em Cardano servirá como um local de negociação essencial e poderoso no ecossistema”, finalizou a equipe da Cardax.

Leia também: Bitcoin abaixo de US$50.000. Correção natural ou Imposto de Biden?

Kamoney
A forma mais prática de utilizar suas criptomoedas no dia a dia. Acesse agora https://www.kamoney.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *