Warren Buffett irá comprar Bitcoin a US$50.000

Warren Buffett sempre demonstrou desinteresse no ouro como instrumento de investimento. Todavia, parece ter mudado sua estratégia ao comprar ações de uma empresa de mineração do metal amarelo. Sua entrada na Barrick Gold enquanto reduzia sua exposição ao setor bancário fez com que muitos ficassem espantados. Sendo assim, será que é possível que o bilionário também mude seu pensamento em relação ao Bitcoin?

A troca de bancos por ouro

Conforme observado ao longo dos anos, o CEO da Berkshire Hathaway nunca olhou para o ouro como algo de fato interessante. Só para exemplificar, em 2019 escreveu uma carta onde coloca que empresas americanas podem representar uma proteção muito maior frente ao apocalipse financeiro se comparadas ao ouro.

“E o que essa suposta proteção [ouro] teria proporcionado? Você agora teria um ativo que vale menos de 1% do que seria realizado com um simples investimento não gerenciado em empresas americanas. O metal mágico não era páreo para o vigor americano”.

Assim sendo, Buffett decidiu se posicionar em outros setores financeiros e os bancos foram seu local de concentração predileto. Todavia, o atual cenário de 2020 fez com que a Berkshire reduzisse suas participações no JP Morgan e na Well Fargo. Apesar de ter dobrado sua participação no Bank of America, Buffett vendeu a maior parte das ações do Goldman Sachs. O olhar central da empresa de investimentos foi para a Barrick Gold, líder em produção de ouro e cobre em 13 países.

Será que a visão em relação ao Bitcoin também mudará?

Certamente o Bitcoin é um dos ativos que também não é muito apreciado pelo bilionário. Aliás, Buffett sempre se mostrou contrário ao BTC. O investidor encara o criptoativo como um “veneno de rato”. Embora tenha almoçado com Justin Sun, CEO da Tron, Buffett não conseguiu aceitar o Bitcoin como um hedge de segurança.

Contudo, já vimos pessoas como o CEO do JP Morgan, Jamie Dimon, mudar totalmente seu pensamento em relação ao principal criptoativo. Sendo assim, nada é impossível nesse mercado de investimentos. Nem mesmo para um senhor de quase 90 anos. Sem dúvida, uma mudança de opinião de Buffett pode elevar o preço do Bitcoin para níveis jamais vistos.

Buffet comprará Bitcoin a US$50.000

Embora Buffett seja um grande investidor, o fundador da Heisenberg Capital, Max Keizer, fez alguns apontamentos que merecem ser considerados. Buffet perdeu grandes oportunidades com a Apple e Amazon por não acreditar que era o momento ideal de entrar nessas empresas. Além disso, Buffett evitou o ouro por 20 anos, mesmo o metal precioso tendo superado o bilionário durante duas décadas.

O palpite de Keizer é que Buffet entrará no BTC apenas quando o ativo digital estiver com um preço maior, US$50.000 para ser mais exato. De acordo com Keizer, o único player de gestão de dinheiro que sabe o que realmente está fazendo é Paul Tudor Jones. O filantropo tem uma alocação de 2% em Bitcoin. Todavia, Keizer espera que ele aumente essa exposição para 10% no curto prazo.

Kamoney
A forma mais prática de utilizar suas criptomoedas no dia a dia. Acesse agora https://www.kamoney.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *