Warren Buffett: não compraria todo o bitcoin do mundo por US$25

Warren Buffett, um dos maiores investidores do mercado tradicional, voltou a atacar o bitcoin.

Durante a reunião anual de acionistas da Berkshire Hathaway no sábado, Buffett argumentou que a criptomoeda primária tem várias deficiências e nenhum valor. 

De acordo com o investidor, o bitcoin não produz nada valioso ou tangível, independentemente de seu preço subir ou não. 

Buffett enxerga o BTC como um ativo passivo, onde os investidores compram e mantêm esperando que seu preço aumente no longo prazo.

“Se vai subir ou descer no próximo ano, ou cinco ou 10 anos, eu não sei. Mas a única coisa que tenho certeza é que não produz nada”, disse ele.

O bilionário não vê a moeda digital como um ativo produtivo, como terras agrícolas, por exemplo, que produzem comida. 

Dessa maneira, Buffett apontou que não investiria de forma alguma no BTC, mesmo que todos os bitcoins do mundo fossem oferecidos a ele por US$25.

“Se você me dissesse que possui todos os bitcoins do mundo e me oferecesse por US$25, eu não aceitaria, porque o que eu faria com isso? Eu teria que vendê-lo de volta para você de uma forma ou de outra. Não vai fazer nada”, disse o bilionário.

E essa não foi a primeira vez que o CEO da Hathaway criticou o bitcoin.

No passado, Buffett disse que o tesouro americano jamais permitiria que uma moeda digital substituísse o dólar. 

“Os ativos, para terem valor, têm que entregar algo a alguém. E há apenas uma moeda que é aceita. Você pode inventar todo tipo de coisa – podemos colocar moedas da Berkshire… mas no final, isso é dinheiro”, disse ele, levantando uma nota de US$ 20. 

Leia também: Arthur Hayes: bitcoin chegará a US$1 milhão no final da década

Kamoney
A forma mais prática de utilizar suas criptomoedas no dia a dia. Acesse agora https://www.kamoney.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *