WhatsApp terá sua própria criptomoeda

O Facebook através do Whatsapp quer ter sucesso onde projetos inciantes de moedas digitais falharam, introduzir consumidores tradicionais no mundo das criptomoedas.

Facebook e Telegram planejam criar suas próprias criptomoedas já no próximo ano, para permitir que os usuários destas plataformas enviem dinheiro para seus contatos.

O projeto mais ambicioso e mais esperado, está sendo desenvolvido no Facebook. A gigante de tecnologia está trabalhando em uma criptomoeda para que usuários do Whatsapp possam enviar moedas para familiares e amigos de forma instantânea.

Ainda não há previsão de quanto ou se o Facebook irá colocar sua criptomoeda a venda em exchanges. O que se sabe é que ainda há muito trabalho até que sua moeda digital possa ser lançada no mercado.

Outra gigante que conta com mais de 300 milhões de usuários também está desenvolvendo sua própria criptomoeda. O Telegram está desenvolvendo uma moeda, que funcionará com o serviço de mensagens criptografadas, muito popular entre defensores de privacidade.

Estes aplicativos de mensagens como Whatsapp e Telegram têm um grande alcance e deverá atingir pessoas que nunca sequer ouviram falar sobre criptomoedas. Suas respectivas moedas podem alcançar centenas de milhares de pessoas em um instante.

Todos os novos projetos buscam um mercado que já se mostrou popular entre consumidores. A empresa Venmo decolou após facilitar o envio de pagamentos por telefone nos Estados Unidos. Também na China, muitos usuários utilizam um sistema de pagamentos que funciona dentro do sistema de mensagens Wechat.

“É muito fascinante o que acontece com a tecnologia de criptografia agora” disse Eric Meltzer, co-fundador de uma empresa de capital de risco focada em criptomoedas, a Primitive Ventures. “Cada um dos projetos tem sua própria vantagem nesta batalha, e será insano vê-lo se tornar realidade.”

Em comunicado oficial o Facebook não falou diretamente sobre sua criptomoeda para Whatsapp. Outras empresas também se recusaram a falar sobre seus projetos. Entretanto, essas empresas parecem estar desenvolvendo moedas que podem existir em uma rede descentralizada.

Facebook está desenvolvendo sua própria criptomoeda

Assim como o Bitcoin, novas criptomoedas facilitariam o envio de dinheiro entre países, também incluiria no mundo financeiro pessoas que têm dificuldades em abrir contas em bancos tradicionais para terem acesso a compras online. Especula-se que estes novos projetos nos quais se incluem Facebook e Telegram, acabariam com o processo de mineração que consome muita energia.

Um dos obstáculos que essas novas criptomoedas enfrentarão são os mesmos obstáculos enfrentados pelo Bitcoin, as regulamentações completamente diferentes em cada país impediram que o Bitcoin se tornasse ainda maior. Também há dificuldade de como lidar com a falta de um controlador central sobre as criptomoedas. Outra dificuldade enfrentada é como processar estas novas criptomoedas vão conseguir processar um número significativo de transações.

“Todos eles vão se deparar com esses mesmos tipos de limites tecnológicos”, disse Richard Ma, executivo-chefe da Quantstamp, uma empresa que fornece auditorias de segurança para novas criptomoedas.

Estas empresas estão investindo valores significativos em seus projetos, mesmo sabendo que os preços das criptomoedas estão em queda.

O Facebook conta com mais de 50 engenheiros trabalhando em sua solução. The Block, um site especializado em tecnologias blockchain, acompanha o fluxo constante de novas contratações para o projeto do Whatsapp.

Fonte: New York Times

Kamoney
A forma mais prática de utilizar suas criptomoedas no dia a dia. Acesse agora https://www.kamoney.com.br

Vinícius Simões

Fundador da Lojabit.com e Co-fundador da Kamoney. Entusiasta de criptomoedas desde 2014.

Vinícius Simões has 57 posts and counting. See all posts by Vinícius Simões

2 comentários em “WhatsApp terá sua própria criptomoeda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *